Connect with us

Meio Ambiente

Niterói chega à COP26 repleta de iniciativas positivas voltadas ao meio ambiente

Agenda inclui reunião sobre projetos de financiamento para a crise climática e encontro entre cidades brasileiras

Publicado

em

Prefeito de Niterói, Axel Grael, e o secretário municipal do Clima, Luciano Paez, participam da COP 26. Foto: Divulgação

Neste sábado (6), o prefeito de Niterói, Axel Grael, e o secretário municipal do Clima, Luciano Paez, desembarcam em Glasgow, na Escócia, para representar a cidade na maior conferência de clima do mundo, a COP26, que também é o primeiro grande evento mundial sobre meio ambiente a ser realizado após o início da pandemia.

A agenda inclui reunião sobre projetos de financiamento para a crise climática, a divulgação de boas práticas desenvolvidas pelo município, como o “Niterói de Bicicleta”, e um encontro entre as cidades brasileiras, liderado por Grael.

Não faltam iniciativas positivas por parte do município para serem abordados no evento. Niterói é pioneira na criação de uma secretaria voltada exclusivamente para as questões climáticas, além de avançar rumo ao desenvolvimento urbano sustentável.

Em três anos (2016 a 2018), Niterói conseguiu reduzir em 18% a quantidade de emissão de poluentes. A cidade também foi a primeira do Brasil a criar o Fórum de Mudança Climática com ampla participação social, e uma das primeiras a aderir à Declaração de Edimburgo, documento de posicionamento de cidades em todo o mundo em contribuição à negociação do Novo Marco Global para a Biodiversidade Pós-2020.

“É preciso ratificar para as lideranças internacionais que os governos locais brasileiros estão preocupados e engajados nesta missão de conter o aquecimento global. Vivemos um momento decisivo para o futuro da humanidade. Apesar de, infelizmente, não termos um consenso a este respeito no Brasil, temos a esmagadora maioria dos governantes conscientes de que precisamos pensar, agir e cobrar ações locais, regionais, nacionais e planetárias para evitarmos uma catástrofe. Não há escolha, o desenvolvimento será sustentável ou, simplesmente, não acontecerá”, disse Axel.

A COP26 vai até o dia 12 de novembro, com encontros para debater e revisar o cumprimento das metas e compromissos assumidos pelas autoridades no Acordo de Paris, há 5 anos, além de abordar outras temáticas prioritárias sobre o meio ambiente e mudanças climáticas.

Publicidade

Populares