Connect with us

Economia

Niterói prevê Natal com aumento de 10% nas vendas este ano

Para impulsionar retomada econômica, prefeitura deve dispensar empresas de pequeno porte da emissão do alvará

Publicado

em

Niterói prevê Natal mais próspero após isolamento social em 2020. Foto: Divulgação

O Natal promete ser mais próspero em Niterói neste ano, segundo uma pesquisa do Clube de Dirigentes Lojistas (CDL) junto ao empresariado.

O levantamento mostrou que a expectativa é que as vendas aumentem em 10% em comparação ao fim do ano de 2020. E, para impulsionar a retomada econômica, a prefeitura anunciou que deve alterar o Código de Posturas do Município e conferir mais agilidade no licenciamento de empresas, não exigindo o alvará de mais da metade delas.

Atualmente, todos os negócios abertos exigem a emissão do alvará. Porém, com o projeto de lei que será enviado à Câmara, as empresas consideradas como atividades de baixo risco (pequenos negócios) poderão ser dispensadas de licença para funcionar. Já as de médio risco (porte intermediário) terão um licenciamento provisório e automático, com fiscalização posterior. Segundo a Secretaria Municipal de Fazenda, 55% das empresas estabelecidas no município são consideradas de baixo risco e estariam dispensadas de alvará, enquanto 41% teriam direito ao documento provisório.

De acordo com o CDL, o comércio da cidade de Niterói tem, atualmente, 4.500 empresas, com 26 mil trabalhadores.

Ainda que a expectativa seja de aumento nas vendas do Natal deste ano, o presidente da entidade, Luiz Vieira, acredita que não será o suficiente para reparar as perdas sofridas no período em que a população estava em isolamento social devido à pandemia. Porém, ele avalia que será o “Natal da retomada de confiança”.

“Com certeza será um Natal muito melhor que o do ano passado. Apesar do problema geral que o mercado está enfrentando, com a falta de insumos e problemas nas entregas de produtos importados, o comércio se preparou e adiantou muita coisa para poder oferecer boas opções aos consumidores. Vai ser o Natal da retomada da confiança. A magia das festas certamente vai repercutir nas venda”, disse.

Com informações de O Globo

Publicidade

Populares